Receba GRÁTIS conteúdo do Pedreirão no seu email!

O que é a Tabela SINAPI e como utilizar, Passo a Passo

Por: Fabrício Rossi

Se você quiser facilitar a sua rotina de orçamentos de Obra, precisa conhecer a Tabela SINAPI.

SINAPI é a sigla para Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil, e é uma tabela mantida pela Caixa Econômica Federal e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Atualizada mensalmente por estes dois órgãos, é uma excelente ferramenta para elaboração de orçamentos.

 

Leia este Artigo para saber o que é a Tabela SINAPI e como utilizar passo a passo, e começar a usar agora nos seus orçamentos.

 

O que é a Tabela SINAPI?

A Tabela SINAPI é um bando de dados que define os valores de insumos e serviços necessários em obras e serviços de Engenharia. Ela é revisada pela CAIXA e IBGE, e divulgada todos os meses afim de manter todos os dados atualizados, inserir novos insumos e desativar os que não são mais utilizados.

Os dados são coletados e agrupados por estado. Isso permite que você atualize os dados de acordo com variação de valores do seu estado.

Os valores do SINAPI são a base para os orçamentos de obras e serviços, utilizados principalmente na elaboração de orçamentos de obras públicas de Engenharia, mas é uma excelente ferramenta para os orçamentos de obras privadas.

O SINAPI auxilia no setor de Infraestrutura, mas tem foco na construção civil.

 

O que eu encontro nas Tabelas SINAPI?

Nas Tabelas SINAPI, você encontrará:

  • Composições já definidas;
  • Listagem dos Insumos;
  • Índices dos Insumos;
  • Composições auxiliares.

Você também tem acesso aos Orçamentos de Referência dos tipos mais comuns de obras de Engenharia. Eles são divididos nas categorias Projetos de Edificação, Saneamento e Pavimentação.

Você não precisará de softwares para orçar a sua obra. O SINAPI já é um banco de dados completo, confiável e gratuito, que fornece os itens essenciais para a criação de um orçamento.

 

Passo a passo para baixar as Tabelas SINAPI

Você consegue baixar o SINAPI do seu Estado no Site da Caixa, clicando Aqui.

São disponibilizadas as tabelas Desonerados e Não Desonerados, e cada arquivo ZIP é composto pelas seguintes tabelas:

  • Catálogo de Composições Analíticas
  • Custo de Composições Analíticas
  • Custo de Composições Sintéticas
  • Preço de Insumos
  • Nota SINAPI

 

O Catálogo de Composições Analíticas traz as composições unitárias de cada serviço e seus itens complementares, que poderão ser executados nas obras. A planilha de Custo de Composições Analíticas informa o custo de cada um dos itens das composições.

O Custo de Composições Sintéticas te informa o custo total dos serviços, de forma resumida. Essa planilha facilita a localização da atividade para consultar o Catálogo de Composições Analíticas.

A tabela de Preço dos Insumos informa o custo dos insumos pela unidade de medida.

É fundamental saber interpretar todas as informações do SINAPI, para conseguir trazer os dados que são disponibilizados para a realidade da sua obra.

 

Qual a diferença entre as tabelas Desoneradas e Não Desoneradas?

A legislação atual permite que algumas empresas de Engenharia escolham entre pagar ou não a contribuição de 20% do INSS sobre a folha de pagamento.

Os encargos sociais desonerados não contam com a contribuição dos 20% do INSS, enquanto os não desonerados possuem a contribuição sobre a folha de pagamento.

Os encargos sociais são aplicados apenas sobre a mão-de-obra, mas como todas as composições trarão algum tipo de mão-de-obra, sempre haverá diferença entre os custos desonerados e não desonerados.

Os encargos sociais são aplicados em porcentagens, que diferem de horista para mensalista, e também variam entre cada estado.

 

As vantagens do uso do SINAPI

O SINAPI é uma excelente ferramenta para o orçamento de Obras. Mesmo que ela seja uma exigência apenas em obras públicas, ou para empresas que trabalham com verbas federais, utilizar as suas composições trará inúmeras vantagens.

O uso da Tabela SINAPI vai te economizar tempo. Você já terá todas as suas composições de custo completas, e apenas adequará para a realidade da sua obra. Por exemplo, modificando o valor do m2 do porcelanato de referência para o valor do que será utilizado.

Você não correrá o risco de deixar passar em branco um item que componha o seu serviço, porque terá em mãos a descrição detalhada de cada componente das atividades da sua obra.

Um bom orçamento exige um a boa composição de custos, e a Tabela SINAPI disponibiliza todos os custos (unitários e totais) que você precisará.

E vale lembrar que você estará utilizando a mais completa base de informações para orçamentos do país.

 

Conclusão

Utilizar o SINAPI para elaborar os seus orçamentos facilitará toda a sua rotina. O Orçamento é a referência para toda a fase de construção de um projeto, e o sucesso de uma Obra depende de um orçamento completo, eficiente e preciso.

Se você quer saber mais sobre como utilizar o SINAPI, na prática, para elaborar orçamentos de Obras, clique Aqui e conheça o Orçamento de Obras Perfeito.

Agora que você conheceu a Tabela SINAPI e sabe como ter acesso as suas composições, se dedique em conhecer a fundo todas as informações do banco de dados.

 

Abraços e sucesso,

Fabrício Rossi.