Fique Atualizado! Receba grátis as atualizações do Pedreirão.

O que são Materiais de 1°, 2° e 3° Categorias, Passo a Passo!

26 de novembro de 2012

Amigos, durante os serviços de escavação e terraplenagem trabalhamos com os diferentes tipos de materiais que são classificados de acordo com:

Material de 1ª categoria

Compreende os solos em geral, residual ou sedimentar, seixos rolados ou não, com diâmetro máximo e inferior a 0,15m, qualquer que seja o teor de umidade apresentado.

Macete 01: Não necessita do uso de explosivos para sua escavação.

Material de 2ª categoria

Compreende os de resistência ao desmonte mecânico inferior à rocha não alterada, cuja extração se processe por combinação de métodos que obriguem a utilização do maior equipamento de escarificação exigido contratualmente; a extração eventualmente poderá envolver o uso de explosivos ou processo manual adequado, incluídos nesta classificação os blocos de rocha, de volume inferior a 2 m³ e os matacões ou pedras de diâmetro médio entre 0,15m e 1,00m.

Macete 02: é o solo misturado de argilas com pedras e/ou matacos.

Material de 3ª categoria

Compreende os de resistência ao desmonte mecânico equivalente à rocha não alterada e blocos de rocha, com diâmetro médio superior a 1,00m, ou de volume igual ou superior a 2m³, cuja extração e redução, a fim de possibilitar o carregamento se processem com o emprego contínuo de explosivos.

Macete 03: esse material pode ser utilizado para fazer forro de pedraem áreas de NA aflorado e em áreas de troca de solo saturado de baixa resistência.

Ao fazer o planejamento de escavação, carga e transporte a classificação dos materiais deve ser levada em consideração porque a produtividade das máquinas é diferente para cada material. Por exemplo, a produtividade de uma escavadeira fazendo corte em uma argila (material de 1° categoria) é maior que corte ou retirada de material rochoso (3° categoria).

Referências

a) DNER-ES 278/97 – Terraplenagem – serviços preliminares;

b) DNER-ISA 07 – Instruções de serviço ambiental;

c) DNER – Manual de Implantação Básica, 1996.

 

Abraço a todos!
Pedreirão.