Fique Atualizado! Receba grátis as atualizações do Pedreirão.

Telhado Metálico, Passo a Passo!

Por:Fabrício Rossi

Os telhados metálicos são rápidos de executar, leves e versáteis. Podem cobrir pequenas áreas ou grandes áreas.

Para que o telhado seja montado toda a platibanda (se houver), deve estar pronta, rebocada internamente.

Veja o passo a passo:


1. Marcação do telhado 

De acordo com o projeto o telhado deve ser marcado observando a inclinação, as águas do telhado (para que direção o telhado joga a água que cai nele) e o esquadro. Isso deve ser feito esticando as linhas ao longo da largura, comprimento e altura do telhado e com o auxilio de um esquadro grande (1,20m).

2. Suportes para terças e calhas

Os suportes são as bases de bloco de concreto cheio que suportam as terças metálicas. Devem ser feitos ao longo de todas as terças do telhado com espaçamento entre um suporte e outro de 2,50m a 3,00m dependendo do perfil metálico que será utilizado.

Macete 01: Chumbar pedaços de aço 10mm ou 12,5mm para soldar nas terças. Veja na foto abaixo:

 

3. Montagem das calhas

As calhas devem ser montadas com Vedacalha, e arrebitadas. Os bocais devem ser bem costurados. Veja mais em Como Instalar Calhas, Passo a Passo!

Adquira as calhas já dobradas de acordo com o seu projeto e medidas coletadas no local.

Preferencialmente contrate uma empresa que forneça as calhas e instale.

 

 4. Engradamento do telhado

O engradamento do telhado consiste em fazer a montagem das terças. As terças geralmente são em perfis metálicos U enrijecidos ou também conhecidos por C enrijecidos. As terças podem ser unidas por solda ou aparafusadas.

Macete 02: Telhados menores, montados no local, é indicada a solda. Telhados maiores, produzidos fora da obra, é indicado a união das terças por parafusos.

Terminada essa etapa estamos com a calha pronta e o engradamento pronto, ou seja, todas as terças prontas para receber as telhas.

Veja na foto o detalhe dos perfis das terças: Perfil U enrijecido. A parte enrijecida é essa aba do U que confere mais resistência ao perfil.

 

5. Distribuição das telhas

Suba as telhas para o telhado. Faça a distribuição dos feixes ao longo do telhado para facilitar a instalação. Na foto abaixo temos as telhas distribuídas no início do telhado, próximo a platibanda, solta-se o espaço onde as telhas do feixe serão instaladas. Em seguida, temos o outro feixe. Distribua as telhas em vários feixes pelo telhado.

 

6. Mestrar as telhas

Com as telhas distribuídas, agora é hora de mestrar as telhas. Mestras as telhas consiste em instalar a primeira e a última telha do telhado e puxar uma linha. Quando elas estiverem na posição correta, que é uma parte sobrando para dentro da calha, aparafuse essas duas telhas. Essa linha que será a referência na hora de cobrir o telhado. Veja a foto com primeira telha instalada e a linha puxada.

 

7. Cobrir o telhado

Estamos prontos para instalar todas as telhas e ter o telhado coberto. Para isso na primeira telha passe a fita dupla face na borda da telha. Essa fita cola uma telha na outra. Entre todas as telhas deve ser utilizada a fita. Sua função é combater vazamentos entre as telhas.

Macete 03: A superfície das telhas deve estar limpa e a fita ser instalada na bica alta da telha, ou capa da telha.

 

Essa fita dupla face é vendida em rolos, veja:

Ao distribuir uma telha por cima da telha já instalada e com a fita dupla face colocada, você deve aparafusá-la nas terças com a utilização de uma furadeira com “broca parafusadeira” ou “broca parafuso” e parafusos auto-brocantes.

 

Macete 04: as telhas sempre devem ser aparafusadas pela “bica baixa” da telha. Cada telha deve ter pelo menos dois parafusos por linha de terças.

 

Se for necessário cortar partes das telhas para adaptar a torres de caixa d’água, recortes de telhado, faça isso com uma lixadeira e disco de corte de aço, marcando antes com um lápis.

 

Seguindo esses passos em todas as telhas ao final todo o telhado estará coberto.

Agora inicia-se a parte do acabamento do telhado que é a colocação de rufo chapéu, rufo pingadeira e arremate das calhas. Tudo isso será abordado em outro post.

Normas Técnicas de Referência

NBR 15575-5:2013 – Edificações habitacionais — Desempenho – Requisitos para os sistemas de coberturas

NBR 8800:2008 – Projeto de estruturas de aço e de estruturas mistas de aço e concreto de edifícios

NBR 14513:2008 – Telhas de aço revestido de seção ondulada – Requisitos

NBR 14514:2008 – Telhas de aço revestido de seção trapezoidal – Requisitos

 

Abraço a Todos!
Pedreirão.
[100% gratuito]
[100% gratuito]