Fique Atualizado! Receba grátis as atualizações do Pedreirão.

O Pedreirão

Bem vindo! Aqui é o Fabrício Rossi, eu sou o fundador do Pedreirão e apaixonado por construção.

Muitos me perguntam como eu consigo traduzir as técnicas de engenharia e obras e compartilhar dicas e macetes de construção em matérias rápidas, objetivas e ilustrativas. Tudo isso passo a passo!

Para responder essa pergunta, você precisa entender a história de como surgiu o Pedreirão que se confunde um pouco com a minha.

Eu fui forjado em obras. Parece que desde pequeno eu sabia que seria engenheiro. Minha trajetória na construção civil iniciou no ano de 2000 no Técnico em Edificações no CEFET-MG. Apesar de ainda adolescente, alí eu aprendi muito, mas muito mesmo sobre as técnicas de obras e projetos. Foi um curso muito completo.

Meu primeiro emprego na área foi um Estágio em uma construtora de casas de madeira onde eu desenvolvia anteprojetos e elaborava orçamentos para a equipe de vendas.

Na graduação, naturalmente, eu fiz Engenharia Civil no CEFET-MG e Arquitetura e Urbanismo na UFMG, ao mesmo tempo, um de manhã e o outro a noite. E nas horas vagas, sempre conseguia trabalhos freelancer de projetos legais, projetos de instalações e orçamento de obras para fazer algum dinheiro.

Mais ao final do curso, eu participei de um maravilhoso projeto de extensão chamado Progest onde oferecíamos curso de Capacitação em Gestão de Obras para Mestres e Encarregados. Alí eu aprendi a entender a mão-de-obra de um canteiro, aprimorar a gestão de pessoas e desenvolver a habilidade única de dar aulas. Ministrava aula de Leitura de Projetos e instalações hidrossanitárias e, depois, fui o coordenador do projeto.

 

 

Quando estava para me formar no ano de 2008, eu enxergava que a melhor maneira para entrar no mercado de trabalho seria através de um programa de trainee. E, após 5 etapas de um processo de seleção rigoroso, eu fui aprovado como  um dos 6 trainees de uma empreiteira de médio porte. E eu tive muita sorte…

A empresa nos treinou em todos os setores, conhecemos a fundo o funcionamento da empresa e tínhamos trânsito livre!

Minha primeira obra na empresa foi de infraestrutura urbana. Em seguida emplaquei outras duas obras e, em menos de um ano, a diretoria me passou para engenheiro de planejamento em uma obra de mineração no Estado do Pará. Fiquei lá por 1,5 ano! Depois, fui convidado a cobrir férias do gestor de contrato de uma obra de R$15 milhões e acabei efetivado na função me tornando o Gestor de Contrato mais jovem da empresa, aos 26 anos. Dez meses depois e 90% da obra concluída, fui novamente “convidado” a ser o gerente de produção da obra de um hospital de R$80 milhões.

Eu disse que tive sorte porque a diretora gostava do meu perfil. O motivo não sei explicar… mas todas as obras que passava, eu tinha feedbacks positivos da equipe de obra. Eles confiavam em mim, gostavam da forma que eu passava as rotinas de obra, as orientações de projeto e as reuniões de acompanhamento.

Foi na época da obra do hospital que a história do Pedreirão começou…

Sempre que eu pesquisava sobre algum assunto de obras na internet, eu não encontrava conteúdo de qualidade, era tudo desorganizado e sem referência em normas técnicas.

Para reunir algo de qualidade, eu passava horas e horas na internet fazendo uma pesquisa, e aquilo começou a me incomodar profundamente. Eu me perguntava:

 

“Como a internet que tinha tudo, de todos os assuntos não tinha nada (ou pouca coisa) relacionado a engenharia civil, construção e arquitetura?”

 

Por outro lado, também nessa época que começou a surgir em mim uma vontade de contribuir mais com a engenharia e as obras do Brasil. Eu queria ir além das obras que eu trabalhava, só que não sabia como fazer isso.

No mesmo momento que ficava cheio de vontade de fazer algo além, surgia uma outra “vozinha” dizendo para ficar quieto, focar na obra do Hospital… Eu também via muito futuro na internet, estávamos vivendo o crescimento explosivo do Facebook.

E essas vontades começaram a convergir…

  • Eu queria contribuir mais para a engenharia brasileira
  • Eu gostava de passar o conhecimento e a melhor técnica para a equipe das minhas obras
  • Eu via muito futuro na internet

Assim, conversando um dia com a minha namorada na época, hoje minha esposa, ela me incentivou a ser o criador desse site que falaria de construção e obra passo a passo com linguagem simples, direta e ilustrativa.

A primeira vista eu relutei, claro! Eu não sabia absolutamente nada de internet e sites! Mas confesso… eu parei para pensar na ideia e fiquei algumas semanas com aquilo na cabeça.

E passei a pesquisar como um louco tudo sobre como criar um site.

Ainda meio perdido, sem uma direção, sem saber se teria a capacidade para ter um site na internet e produzir os conteúdos.

Eu sempre chegava na obra do hospital as 6h50 da manhã e participava do DDS – Diálogo Diário de Segurança – com a equipe. Nesse dia, no meio do DDS eu estava pensando sobre a criação do site, minha cabeça estava a mil, nem prestei atenção no tema abordado. Naquele momento eu tomei uma decisão.

Eu ia sair do DDS, engrenar a obra com o mestre e os encarregados, ver todas as frentes de serviço e quando voltasse para a minha sala, eu iria iniciar a criação do site.

As 9h30 de um dia de setembro de 2011, eu entrei na minha sala determinado, peguei uma folha A3 e iniciei um Brainstorm para definir o nome do futuro site…

Após várias tentativas, eu cheguei no nome Pedreirão | Macetes de Construção. Eu tinha gostado do nome, achei autêntico, ligado a essência de uma obra, mas fiquei preocupado com pronúncia no aumentativo… pensei muito se o nome ia pegar e… Pegou!

Veja a foto do Brainstorm original de criação do Pedreirão:

O Pedreirão iniciou no Blogger, em uma estrutura simples para os dias de hoje, com alguns poucos artigos. A minha meta inicial era produzir 10 artigos e depois chegar aos 30 artigos. Só que rapidamente o Pedreirão no Blogger começou a ter muitas visitas, comentários e nossa audiência começou a crescer! O site e a funpage do facebook foram ganhando muitos seguidores, as pessoas passaram a recomendar e compartilhar o Pedreirão. Tivemos muitos feedbacks positivos.

 

 

E decidimos subir mais um degrau, passamos para um domínio próprio www.pedreirao.com.br com interface personalizada e de fácil usabilidade.

 

 

De forma surpreendente, em pouco tempo o Pedreirão se tornou uma referência na internet e, hoje, tenho o orgulho de dizer que o Pedreirão é um dos maiores sites de conteúdo voltado para engenharia civil, arquitetura, obras, construção e reforma. Atingimos no início de 2017 a marca de mais de 10.000.000 (Dez Milhões!) de visualizações de páginas! Muito obrigado!

O Pedreirão possui uma linguagem simples, direta e ilustrativa, recheada de macetes de construção que antes eram restritos aos grandes profissionais do setor da construção. O detalhe que surpreende a todos é que, mesmo em um conteúdo de fácil compreensão, absolutamente tudo está embasado nas normas técnicas vigentes e melhores práticas do setor.

Assim, essa forma única do site do Pedreirão abordar seu conteúdo atraiu um público diversificado de estudantes, recém-formados e profissionais da engenharia civil e arquitetura, todos os profissionais de obras como mestres e encarregados, construtores e, também, pessoas que querem construir ou reformar sua casa ou apartamento e querem fazer tudo isso com conhecimento!

Só que nem tudo são flores… Em 2016 tivemos nosso pior momento desde a criação. Com muitos problemas de plágios e malwares injetados no site para destruir o Pedreirão. O dano de um site fora do ar, ou um site com malware, em poucos dias, acaba com uma reputação que levamos anos para construir. E nós decidimos enfretar tudo isso com Trabalho! Refizemos totalmente o site e os sistemas de segurança. Deu trabalho, e muito!

Em 2017 nós avançamos mais! Após muito relutar (não vou entrar em detalhes) criamos nosso canal no Youtube! Aumentamos nossa presença no Instagram e temos uma equipe com foco na produção de conteúdo de qualidade.

Obrigado por seguir o Pedreirão, pela confiança no nosso trabalho e aproveite nosso conteúdo nas mídias sociais.

Eu quero te fazer um pedido: inscreva-se no nosso canal no youtube, deixe sempre um comentário e marque um amigo seja no instagram, no site ou no canal do youtube. É essa energia que nos faz produzir novos conteúdos, atingir ainda mais pessoas e ajudar a contribuir para melhorar as construções pelo Brasil.

“O propósito da nossa vida é acrescentar valor à vida das pessoas da nossa geração e das gerações futuras”
Buckminster Fuller

Forte abraço!
Fabrício Rossi.

 

Siga o Pedreirão nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades:

Abraço a Todos!
Pedreirão.
[100% gratuito]
[100% gratuito]